Doador de sangue é quase sempre anônimo, mas vital para salvar vidas.

Notícias

Doador de sangue é quase sempre anônimo, mas vital para salvar vidas.

"O Hemepar atende 385 hospitais e quase 90% do SUS no Paraná."


Saúde


   As festas de final de ano se aproximam. Feriados, férias, viagens. Mas o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) não para, e é justamente nesta época que a instituição enfrenta um dos períodos mais críticos no que diz respeito à doação de sangue, que chega a cair 50% no Paraná. 
De acordo com Paulo Roberto Hatschbach, diretor do Hemepar, datas como Carnaval, Natal e Ano Novo marcam os períodos mais críticos no ano.

   É necessário manter o nível de doação mesmo no final de ano. O Hemepar atende 385 hospitais e quase 90% do SUS no Paraná. De acordo com o diretor, doar sangue é fazer o bem sem saber para quem. Ajuda a salvar vidas, a amenizar a dor de outra pessoa.

   Segundo Paulo Roberto, ao longo dos últimos anos tem crescido gradativamente o número de doações feitas ao Hemepar. Por conta disso, há um projeto para reformar e ampliar o espaço do Hemepar em Curitiba. Em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, o Hemonúcleo já recebe as obras para melhorias na área de atendimento aos usuários da unidade e ampliação do setor de processamento de sangue.

   O secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, acrescenta que o sangue é vital para a vida humana, e sua doação é um ato de amor e solidariedade. De acordo com o secretário, quem ainda não se cadastrou pode ir até a unidade mais próxima para contribuir.

 

 

Fonte: Bem Paraná.


29/11/2018
09:59