Vacinação contra pólio e sarampo deve imunizar 11,2 milhões de crianças

Notícias

Vacinação contra pólio e sarampo deve imunizar 11,2 milhões de crianças

"Com isso, até mesmo aquelas que já receberam as doses no passado devem ser vacinadas novamente."


Saúde


   Em meio a uma queda nos índices de cobertura vacinal, o Ministério da Saúde iniciou uma campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite. Ao todo, 11,2 milhões de crianças entre um ano e menores de cinco anos devem ser vacinadas contra as duas doenças, independente da situação vacinal.

   A medida serve para evitar uma reintrodução da pólio no país e para evitar um avanço do sarampo, doença que já leva a surtos em Roraima e Amazonas. Já são 822 casos confirmados e cinco mortes decorrentes da doença.

   O Brasil registrou os índices mais baixos de vacinação de crianças em 2017. Além disso, uma em cada quatro cidades do país apresentam cobertura abaixo da meta para todas as dez principais vacinas obrigatórias a bebês e crianças.

   Diante dessa queda nas coberturas, o Ministério da Saúde decidiu mudar o foco das campanhas de vacinação realizadas a cada ano. Até então, havia apenas campanhas anuais de atualização da caderneta vacinal. Agora, a pasta retoma a estratégia de realizar campanhas focadas contra algumas doenças, como o sarampo e a poliomielite.

   A expectativa é vacinar pelo menos 95% do público-alvo até o dia 31 de agosto, data prevista para o fim da campanha. Ao todo, foram adquiridas 28,3 milhões de doses para serem aplicadas nos postos de saúde de todo o país, com gasto equivalente a R$ 160 milhões.

 


Fonte: Folha Press / Bem Paraná 


07/08/2018
08:11