Viajantes devem se vacinar se forem para áreas de surto de sarampo.

Notícias

Viajantes devem se vacinar se forem para áreas de surto de sarampo.

"Diante do surto de sarampo nas regiões Norte e Sudeste, em especial nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pará, a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba reforça o alerta de vacinação para quem for viajar para os locais atingidos. "


Saúde


   Nestes casos, a faixa etária com indicação da vacina (de 1 a 49 anos, na rotina) foi ampliada para 6 meses aos 59 anos de idade.

   Adolescentes e adultos, menores de 30 anos, precisam ter tomado durante a vida duas doses de tríplice viral ou uma da tríplice e outra da tetra viral.

   Já os adultos de 30 a 49 anos precisam ter tomado, ao menos, uma dose da tríplice viral após 1 ano de idade. Quem já tomou duas doses da vacina em algum momento da vida é considerado imunizado e protegido do sarampo.

   Diante do atual surto da doença no país, o Ministério da Saúde determinou que seja ofertada a vacina também para crianças de 6 a 11 meses que forem viajar para as localidades que apresentam surto ativo da doença. A dose da vacina tríplice viral, administrada nessa faixa etária, não será considerada válida para fins do Calendário Nacional de Vacinação da Criança.

  De acordo com Oliveira, as crianças de 6 a 11 meses, que forem vacinadas, neste momento, precisarão inevitavelmente receber depois as duas doses, aos 12 meses e 15 meses, previstas no calendário de rotina do Ministério da Saúde.

   Além das crianças, Oliveira ressalta que a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba ampliou a recomendação para as pessoas que se deslocarão para área de circulação da doença. A vacina deve ser realizada no período mínimo de 15 dias antes da data prevista para o deslocamento.

 


Fonte: Bem Paraná.


13/08/2019
08:14
Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp