Laboratório Central do Estado atingiu marca de 600 mil exames realizados em um ano

Notícias

Laboratório Central do Estado atingiu marca de 600 mil exames realizados em um ano

Além de atender todo o Paraná, o laboratório recebe amostras de outros estados brasileiros"


Saúde


   Marco de excelência nos serviços de saúde no Paraná, o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) se tornou também referência nacional para determinados exames, como os de resistência microbiana. Além de atender todo o Paraná, o laboratório recebe amostras de outros estados brasileiros, como Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, para exames diferenciados de brucelose, varicela e estreptococos.

   Para manter essa excelência, o pessoal do laboratório está em constante treinamento e capacitações, e trabalha com equipamentos de última geração na realização de centenas de exames e análises. Em 2018, foram mais de 600 mil; neste ano, até agora, o número já passa dos 150 mil.

   “Tudo para garantir resultados confirmatórios e 100% confiáveis”, diz a farmacêutica bioquímica Célia Fagundes da Cruz. “O Lacen não pode errar”, afirma, citando o lema que rege o laboratório.

   Com 124 anos, o Lacen é o segundo laboratório mais antigo do Brasil. Apesar disso, ainda é pioneiro em mudanças destinadas a melhorias. Para obter a melhor amostra possível e colher resultados mais apurados, o Lacen fornece material para coleta aos outros laboratórios, de modo a padronizar os serviços.

   Um exemplo é o fornecimento dos tubos de coleta de sangue a vácuo para obtenção das amostras de pacientes em fase aguda das arboviroses (dengue, zika, chikungunya e febre amarela). Na área de produção de meios de cultura e reativos, o Laboratório produz e distribui para todo o Estado kits para meningite, kits para coletar suspeitas de coqueluche, o meio de transporte viral para as amostras de vírus respiratórios, suspeitas de sarampo e rubéola, entre outros.

 

 

Fonte: AEN-PR 


15/05/2019
08:32
Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp